Enem 2017 e suas Novas Regras

O Exame Nacional do Ensino Médio se tornou o maior vestibular do país, criado com o contexto de avaliar a qualidade do ensino médio do país,  mas em poucos anos se tornou uma porta de entrada para a universidade.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), junto com o MEC (Ministério da Educação) , passou a  promover algumas mudanças no exame deste ano. E para aqueles que pretendem fazer o exame neste ano, devem ficar atentos para que possa fazer a prova com tranquilidade.

Enem 2017 e suas mudanças

 

  • Dias de Prova: Para a surpresa de muitos, como sabemos o Enem era aplicado em dois dias seguidos(sábado e domingo). Agora o exame passa a ser em (dois domingos) sendo assim com um intervalo de uma semana entre as duas etapas de prova. Calendário de Prova 5 e 12 de novembro.

 

  • Redação: Neste ano a redação será aplicada no primeiro dia de prova do candidato.

 

  • Caderno de prova personalizados: Os cadernos de prova, a folha de resposta e também a folha de redação serão identificados com o nome do candidato.

 

  • Ordem das Provas: No primeiro dia da aplicação da prova os candidatos tarão que resolver as questões de: Ciências Humanas, Linguagens, Códigos e a Redação, com o prazo de cinco horas e meia. Já no segundo dia passa a ter quatro horas e meia para resolver as questões de: Matemática e Ciências da Natureza.

 

Vale lembrar que, o conteúdo de prova permanece o mesmo referente ao Ensino Médio, assim como as inscrições feitas pela internet, em que o participante deve-se inscrever somente pelo site oficial do Enem.

A taxa de inscrição,deve ser paga dentro do prazo para efetivar a inscrição no exame, e o valor da taxa será divulgado no edital do Enem. E o resultado de prova será divulgado no prazo de dois meses pelo processo de correção, assim como vem acontecendo nas últimas edições do exame.

 

 

 O que posso fazer com a minha nota do Enem?

 

O Enem continua sendo uma ferramenta de acesso ao ensino superior, em que você poderá usar a sua nota para concorrer em processos seletivos com distribuição de vagas, bolsas e financiamentos.

 

  • Sisu ( Sistema de Seleção Unificada ): Usa a nota mais recente do Enem para classificar candidatos a vagas em universidades públicas, para participar do Sisu 2018 é necessário e obrigatório ter feito a prova do Enem em 2017  e não ter zerado a redação. A inscrição é gratuita e acontece no inicio e no meio do ano.

 

  • ProUni ( Programa Universidades Para Todos ): Seleciona candidatos a bolsas de estudos a partir da nota do Enem, para participar do ProUni 2018 é necessário cumprir com os requisitos de renda familiar e a formação escolar, além de ter como desempenho no Enem 2017  de pelo menos 450 pontos na média das provas  e ter tirado acima de zero na redação.

 

  • FIES ( Fundo de Financiamento Estudantil ): Os juros do financiamento são mais baixos do que é praticado no mercado, e a divida só começa a ser quitada após a formatura. O FIES acontece duas vezes ao ano. O FIES exige uma pontuação mínima em qualquer edição do Enem, a partir da edição de 2010, e possui critério de renda familiar.

 

  • Ingresso Direto: Permite entrar em universidades privadas, sem fazer o vestibular da faculdade, e os critérios podem variar de instituições.