Ponto de Impacto – Dan Brown

Quando um novo satélite da NASA encontra um estranho objeto escondido nas profundezas do Ártico, a agência espacial aproveita a descoberta para contornar uma série crise econômica e de credibilidade, gerando sérias implicações para a política espacial norte-americana e, sobretudo, para a iminente eleição presidencial. Com o objetivo de verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca envia a analista de Inteligência Rachel Sexton para o local. Acompanhada por uma equipe de especialistas, incluindo o carismático pesquisador Michael Tolland, Rachel se depara com indícios de uma fraude científica que ameaça abalar o planeta com uma profunda revelação. Antes que Rachel possa falar com o presidente dos Estados Unidos, ela e Michael são perseguidos por assassinos profissionais controlados por uma pessoa que é capaz de tudo para encobrir a verdade. Em uma fuga desesperada para salvar suas vidas, a única chance de sobrevivência para Rachel e Michael é desvendar a identidade de quem se esconde por trás de uma conspiração sem precedentes.

 

 

Dessa vez, Dan Brown nos leva até a plataforma de gelo Milne, na Região Ártica. Em um gigantesco deserto gelado, em que a NASA descobre um meteorito que contém fosseis e que prova a existência de vida extraterrestre. Essa descoberta do século acaba se tornando uma questão política (como sempre kkkk), já que o senador Sedgewick Sexton, que disputa o cargo mais poderoso do mundo com o atual presidente dos Estados Unidos Zach Herney, em que baseia-se a sua campanha política nos exorbitantes gastos da NASA e suas falhas, e essa descoberta seria a volta por cima da organização e a candidatura certa de Herney.
Procurando garantir a autenticidade do meteorito, a Casa Branca convoca quatro cientistas “civis” (que não têm nenhuma ligação com a NASA ou com o governo dos Estados Unidos) e também uma analista do serviço de segurança do país, a chamada NRO.
Então passamos a conhecer,  Corky Marlinson, um astrofísico que por sinal é muito engraçado, Wailee Ming, paleontólogo e o famoso, Dra. Norah Mangor, a glaciologista “dona” da plataforma Milne e de um humor péssimo, e Michael Tolland, um oceanógrafo, produtor de documentários, famoso mundialmente e o galã da trama, além de Rachel Sexton a nossa querida protagonista, dona de uma inteligencia invejável.
A equipe toda está bastante feliz com a descoberta do século, mas acabam se deparando com uma possível fraude cientifica que pode abalar todo o planeta com uma revelação imprevisível. A situação piora quando Rachel, Michael e os outros cientistas são perseguidos por assassinos profissionais enviados por alguém que busca manter o segredo do meteorito em segurança.
Dan Brown nos agracia com mais um livro de tirar o folego, cheio de mistério e muito suspense. A forma como ele mistura fatos reais com fictícios sempre me encanta e me pego pesquisando sobre cada um dos temas de cada um dos livros dele. Nesse livro encontramos informações das mais diversas sobre toda a comunidade de inteligencia dos Estados Unidos, sobre a NASA e, acima de tudo, sobre a polêmica discussão sobre a existência de vida extraterrestre.

 

 

Uma excelente trama com cenários convincentes e a mistura perfeita de personagens adoráveis e detestáveis. Sua pesquisa é muito bem-feita, incluindo sofisticados detalhes científicos e militares que tornam esta história bem mais interessante do que a média. – Publishers Weekly

 

 

Dan Brown é o autor de suspense mais popular da atualidade, com mais de 200 milhões de livros vendidos. Seu megaseller O Código Da Vinci já ultrapassou a marca de 80 milhões de exemplares em todo o mundo. Ele também escreveu InfernoO Símbolo PerdidoAnjos e DemôniosFortaleza Digital e Ponto de Impacto. Dan é casado com a pintora e historiadora da arte Blythe, que colabora nas pesquisas de seus livros. Ele mora na Nova Inglaterra, nos Estados Unidos.

A Escolha- Kiera Cass

APENAS UMA GAROTA LEVARÁ A COROA

 

 “Quando foi sorteada para participar da Seleção, America não imaginava que chegaria tão perto da coroa – nem do coração do príncipe Maxon. Com o fim do concurso cada vez mais próximo, e as ameaças rebeldes ao palácio ainda mais devastadoras, ela se dá conta de tudo o que está em risco e do quanto precisará lutar para alcançar o futuro que deseja. America já fez sua escolha, mas ainda há muitas outras em jogo… Aspen, seu antigo namorado, terá de encarar um futuro longe dela. E Maxon precisa ter certeza dos sentimentos da garota antes de tomar a grande decisão, ou acabará escolhendo outra concorrente.”

 

 

Esse livro é a continuação da série A Seleção #3, criado pela autora Kiera Cass.

 

America ainda continua indecisa sobre que escolha tomar, uma era que representava o seu passado, o seu primeiro e a segunda era o príncipe Maxon, que era o seu presente, pois a Coroa representava uma responsabilidade em que ela acreditava ainda não está preparada, mais abrir mão da coroa significaria abrir mão de Maxon. E mesmo que tivesse suas indicações sobre os dois, seus pontos positivos e negativos não tornava a decisão mais fácil, pois nunca poderia abrir mão de um sem sofrer.

Sua indecisão era tão latente, a ponto de Maxon abrir mão de lutar por ela, para não arriscar o seu futuro por ela. Porém, não sem antes ter certeza dos sentimentos que America nutria por ele. E quando isso, o futuro do Reino de Iléa está em jogo e o príncipe precisa tomar uma decisão, pois o futuro que ele imaginou com America pode se perder para sempre.

E uma das grandes questões que envolve toda a série A Seleção, são os problemas políticos, pois são esses problemas que mostra o que aquele lugar se tornou.

No primeiro livro A Seleção, vemos o senário de um reino que foi de uma Republica para uma Monarquia, através de um golpe de estado, muito bem pensado e orquestrado, a ponto de a própria população daquele reinado não saber, o que se passou gerações anteriores a esta, pois o segredo estava trancado pelos poderosos a sete chaves. No desenrolar dessa história percebemos que a ocultação desses segredo foi uma das grandes manifestações para o grupo de rebeldes chamados “nortitas” fazerem constantes ataque ao castelo onde vivia a família real.

Já neste livro, mostra mais os conflitos internos de America, além de  temos ainda o Rei Clarkson, que odeia America e não permite que seu filho fique com ela. Neste livro eles terão que ultrapassar todos esses problemas para poderem ficar juntos.

Mas ainda temos os constantes ataques que se tornaram mais frequentes com o desenrolar do concurso,para conseguirem conter esses ataques, Maxon e America terão que fazer uma aliança que nunca pensariam que fariam, para tentar acabar com isso. E sem o consentimento do Rei.

A autora conseguiu fazer um final que mudou totalmente nossa opinião sobre todos os personagens, (sério mesmo, imagine como toda a sua opinião já formada e concreta sobre todos os personagens desaparecessem num piscar de olhos, é exatamente isso que acontece, risos). Nunca pensei que sentiria tanto a perda de uma personagem, que ela nos dois primeiros livros passou uma imagem distorcida de quem ela realmente era, e neste último a modificou de tal forma que passamos a amar-lá, e também lamentar a sua perda. Posso completar dizendo, que o desfecho final é simplesmente incrível apesar dos pesares!!!

 

Se você já leu o livro, deixe a sua resposta abaixo, me fale a sua opinião se concorda ou não com esse desfecho que a história!!!!

 

 

 

Origem: o novo livro de Dan Brown

Ele está de volta!!!  

Mais um precioso momento de aventura através de mais um livro, só que desta vez vamos para a Espanha!

Dan Brown, autor  de livros como: Código da Vinci, Inferno, Anjos e Demônios e Fortaleza Digital (meus livros preferidos!).

O último livro escrito por Dan Brown é Inferno e agora após quatro anos, teremos mais um livro da vida do professor e simbologista Robert Langdon que é interpretado pelo ator Tom Hanks nas telinhas do cinema.

Desta vez Langdon percorrerá pelos cenários como o Mosteiro de Montserrat, a Casa Milà muito conhecida também como La Pedreira, além desses lugares ele irá visitar lugares como A Sagrada Família em Barcelona, o Museu Guggenheim, em Bilbao, o Palácio Real de Madri e a Catedral de Sevilha, os cenários dos livros de Dan Brown são as peças-chave para o desenrolar da história.

 

 Sempre considerei a Espanha uma terra de belos paradoxos, um lugar que possui uma rica tradição e uma rica história que, ao mesmo tempo, não deixa de mirar no futuro inovando em ciência e tecnologia. Quando quis escrever essa história que mesclasse o antigo e o moderno, sabia que só podia escolher um lugar para ambienta-lá.- Disse Dan Brown.

 

Além dessas descrições feita para a situar a história na Espanha ele também escolheu por motivos pessoais com o país.

 

A Espanha foi o primeiro país que visitei fora dos Estados Unidos. Eu tinha 16 anos e vivi em Astúrias com uma família maravilhosa. Durante a minha visita, me apaixonei, pela história e sobretudo, pelas pessoas e sua língua. Inclusive assisti, durante uma ano, a algumas aulas na Universidade de Sevilha.

 

  • sinopse do livro:

De Onde Vimos? Para Onde Vamos?

Bilbao, Espanha.
Robert Langdon, professor de simbologia e iconologia religiosa da universidade de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a um grandioso anúncio: a revelação da descoberta que mudará para sempre o rosto da ciência.

O anfitrião dessa noite é Edmond Kirsch, bilionário e futurista de quarenta e dois anos cujas espantosas invenções de alta tecnologia e audazes previsões fizeram dele uma figura de renome a nível global. Kirsch, um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, duas décadas atrás, está prestes a revelar um incrível avanço científico… que irá responder a duas das perguntas mais fundamentais da existência humana.

No início da noite, Langdon e várias centenas de outros convidados ficam fascinados com a apresentação tão original de Kirsch, e Langdon percebe que o anúncio do amigo será muito mais controverso do que ele imaginava. Mas aquela noite tão meticulosamente orquestrada não tardará a transformar-se num caos e a preciosa descoberta do futurista pode muito bem estar em vias de se perder para sempre.

Em pleno turbilhão de emoções e em perigo iminente, Langdon tenta desesperadamente fugir de Bilbao. Tem ao seu lado Ambra Vidal, a elegante diretora do Guggenheim que trabalhou com Kirsch na organização daquele provocador evento.
Juntos, fogem para Barcelona, com a perigosa missão de localizarem a palavra-passe que os ajudará a desvendar o segredo de Kirsch.

Percorrendo os escuros corredores de história oculta e religião extremista, Langdon e Vidal têm de fugir de um inimigo atormentado que parece tudo saber e que parece até de alguma forma relacionado com o Palácio Real de Espanha… e que fará qualquer coisa para silenciar para sempre Edmond Kirsch.

Numa viagem marcada pela arte moderna e por símbolos enigmáticos, Langdon e Vidal vão descobrindo as pistas que acabarão por conduzi-los à chocante descoberta de Kirsch… e a uma verdade que até então nos tem escapado e que nos deixará sem fôlego.

 Então mochileiro está pronto para está aventura?!

 

Resenha livro: A Maldição do Tigre

Este é o primeiro livro da Saga do Tigre, escrito por Colleen Houck, e o lançamento do livro foi em novembro, mas por meados de 2011 a 2012. E vem arrastando muitos fãs desde então…

É fato que esse livro ou saga inteira virou o queridinho do momento… A partir desse primeiro livro conhecemos alguns personagens como Kelsey que é uma menina simples, que acaba de perder seus pais recentemente, e precisa então arranjar um emprego temporário para o verão e conseguir bancar as despesas da faculdade, e o emprego ela consegue é num circo que estava passando pela cidade, ela começou a principio a vender ingressos e depois de um tempo ela foi mudada de cargo  e lá começa a cuidar do tigre branco (Ren), ela se sente muito sozinha e passa então a maior parte do tempo que pode com o tigre.

E Ren na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado há mais de 300 anos, sendo assim, condenado a viver dessa forma por resto de sua vida, porém, ele podia voltar a forma humana todos os dias, mas sempre por só alguns minutos, e Ren está completamente convicto de que Kelsey pode ser a sua única salvação para se libertar da maldição…

E a partir daí, começa uma verdadeira aventura, a procura de desvendar e quebrar os enigmas que cerca a maldição do tigre…

Resenha livro: Fortaleza Digital

Fortaleza Digital escrito por Dan Brown em (1998) foi o primeiro livro do escritor que antecede os livros Código da Vinci e Anjos e Demônios. Em 2004o livro esteve na lista dos mais vendidos do New York Times.

 

 

O livro começa com a excelente criptóloga Susan Fletcher, Susan trabalha na NSA ( Agência de Segurança Nacional), que é um órgão ultra secreto para a maioria das pessoas por mais de 50 anos. Que foi criado pelo presidente americano Truman em  4 de novembro de 1952, para interceptar mensagens de terroristas.

Um jovem chamado Ensei Tankado foi demitido da NSA, Tankado é tomado por um sentimento de revolta e ele promete se vingar de Stratmore que é o diretor da NSA, Tankado lançando na internet um rumor de que havia criado um algoritmo inquebrável denominado como Fortaleza Digital, entretanto dentro do TRANSLTR que é um super computador com 3 milhões de processadores onde 1.9 bilhões de dólares foram investidos pela NSA, com intuito de quebrar qualquer código, o grande problema é que o computador se mostra incapaz de decifrar o código.

A partir daí começa uma busca frenética por respostas e pela chave da Fortaleza Digital. Mas a verdade é que a história passa por uma enorme reviravolta e descobrimos que o traidor é o Stratmore e que a Fortaleza Digital está infectada por um vírus, e Stratmore ver seus planos indo por água a baixo e todos viram a verdade sendo revelado e todos se jumtam para tentar resolver todo o estrago feito por stratmore, mas já era tarde demais e somente a chave poderia ajudá- los naquele momento.

Após algumas tentativas eles conseguiram com exito decifrar o código Fortaleza Digital e assim empediram que os segredos da NSA caíssem nas mãos erradas…

Resenha livro: A menina que roubava livros

  •  Autor: Markus  Zusak

 

Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler.

 

A narrativa do livro é feita pela morte, em que ela conta a história de vida Liesel Meminger, a roubadora de livros. A narradora é apresentada de uma forma bem diferente de como temos uma imagem ” de morte”, mas ela nessa história vem em uma forma mais humana e com sentimentos…

O livro conta a história de Liesel e cita uma fatalidade, que dá início a nossa história, em que durante uma viagem de trem que ai ao destino da cidade de Molching. E ao Liesel despertar encontra o seu irmão de seis anos que viajava ao seu lado,morto. E quando foram enterrar o seu irmão, aconteceu o primeiro roubo da menina, em que um coveiro deixar cair na neve um livro chamado o ” Manual do Coveiro”, e logo após Liesel foi entregue ao seus pais adotivos  Hans e Rosa Hubermann e ao decorrer Liesel aprende a ler e faz novas amizades, como o seu melhor amigo Rudy e a mulher do prefeito Isa Hermann.

O cenário do livro é passado na Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial, retratando os horrores desse período, e mostrando o sofrimento das famílias, não somente as famílias judias, mas também as famílias alemãs e as famílias russas e dentre tantas outras que passaram por esse sofrimento e que perderam seus familiares durante a guerra.

Acredito que quando Markus Suzak escreveu esse livro, ele queria mostrar algo bem diferente do que já tinha escrito e lido, e ele mostrou toda essa tragédia do ponto de vista de uma garotinha inocente (Liesel) e que mal entendia o que estava acontecendo,e isso passou a se tornar muito convincente ao decorrer de toda a história escrita por Markus Zusak !!!

Resenha livro: O Restaurante no fim do Universo

Este livro é o segundo volume da série de O Guia do Mochileiro das Galáxias, escrito por Douglas Adams…

O primeiro livro termina com Zaphod falando com Arthur Dent que eles iriam ir ao um restaurante no fim do universo. E é sim a continuação das incríveis aventuras de Arthur e seus quatro amigos, e assim continuaram a viver várias aventuras juntos pela galáxia.

O livro começa com a nave Coração de Ouro sendo perseguida pela nave inimiga dos vogons,que pretende acabar com os tripulantes…

Mas os tripulantes conseguem sobreviver de uma forma bastante louca e intrigante. O livro envolve muito a busca de Zaphod pelo grande regente do universo, mas resolveram parar num restaurante mais próximo no fim do universo, só que não espacialmente, mais sim, temporalmente.

Depois que saíram do restaurante, eles roubaram uma nave totalmente preta quanto por dentro e quanto por fora e ali passaram poucas e boas, mas ainda sim, eles continuam em busca da resposta da pergunta sobre o sentido da vida e tudo mais…

Então pegue sua toalha e prepare-se para embarcar nessa aventura!!!

Resenha livro: A Elite

Este é o segundo livro da série A Seleção escrito por Kiera Cass

Seis Garotas e uma Coroa!

Este segundo livro envolve muito drama e a dúvida terrível de America. Antes eram 35 garotas, e agora restaram seis, e cada uma das seis tem um motivo específico para estar ali, seja político ou pessoal para Maxon e sua família.

A rivalidade entre as meninas aumentou, mas  as afeições também. No livro descobrimos muitos segredos. Maxon sabe que em um momento tará que escolher uma das selecionadas, mas lhe resta um tempinho para conhece-las melhor.

America ganhou a confiança de Maxon, mas não de sua família. Por causa de suas atitudes, que muitas vezes desafiou a vontade do rei, colocou sua condição como selecionada em risco, e ela está preste a perder sua chance de escolha…

America,” além de estar com o coração  secretamente dividido, também era difícil lidar como fato de que aceitar Maxon significava ter que aceitar uma coroa…”

 

Resenha livro: Princesas Adoradoras- Um Chamado Para A Realeza

Este livro foi escrito por Thaís Oliveira, uma garota de 19 anos, e é voltado par o público feminino….

O livro fala sobre quebrar paradigmas enraizados no mundo,que fazem com que mulheres, enxerguem apenas um ” padrão” de beleza imposto pelo mundo globalizado. Onde propagandas e comercias ditam o “padrão”,para que você tente se encaixar nele. Mas sabemos que não há um tipo de cabelo e um só tipo de corpo,mas vários tipos de beleza, na nossa sociedade. Infelizmente há meninas e mulheres voltadas para um só tipo de beleza, e ficam se sentindo inferiores, feias e tristes consigo mesmas.

Através desta resenha deste livro,espero que meninas e mulheres enxerguem o seu próprio valor, que é muito alto, e que também possam enxergar a beleza que há em cada uma…

Não se prenda ao “padrão”, se ame do jeitinho que você é e descubra o seu valor, pois você tem Um Chamado Para A Realeza!

Resenha livro: A Seleção

Trinta e cinco garotas e uma coroa

O livro foi lançado em 2012, pela autora Kiera Cass,este livro é o primeiro da trilogia…

E a grande  protagonista dessa história que conquistou vários leitores é America Singer. A história se passa no Reino de Illéia que é um país bem jovem, com a sociedade divida em oito castas, a casta Oito possui uma vida muito precária e a casta Um por sua vez se encontra a Família Real. America faz parte da casta Cinco,(a casta dos artistas).

A Seleção é uma concurso,em que trinta e cinco garotas disputam o coração do príncipe Maxon, America não queria participar da Seleção,pois não queria conquistar o coração de nenhum homem, se não o de seu namorado Aspen. Aspen era da casta Seis, por isso eles se viam apenas no toque de recolher e isso foi por durante  dois anos.

America Singer topa a se inscrever na Seleção por causa do dinheiro que a sua família poderia  vim receber,mas o que ela não sabe é que sua vida virá a ser mudada para sempre…